Filiado á:
 
     

Federação Interestadual dos
Trabalhadores nas Indústrias da Extração, Pesquisa e Prospecção
de Minérios e Metais Básicos, Metálicos e Não Metálicos - FITEM

 


1º DE MAIO

TÃO IMPORTANTE QUANTO ESTARMOS DE PÉ NA LUTA É SABERMOS QUEM ESTÁ AO NOSSO LADO


sem imagem

Sob grave contexto de emergência sanitária, o SINDIMINA e a FITEM, de forma séria e responsável, vem adequando as suas agendas de lutas às medidas para combater a propagação do CORONAVÍRUS, realizando, sempre que possível, reuniões e assembléias gerais em ambiente virtual, de forma a preservar a saúde e a vida dos trabalhadores e trabalhadoras que representam.

Este distanciamento físico, porém, contribui para fragilizar o impacto das nossas ações e, consequentemente, a união e a força dos trabalhadores, por serem implementadas na internet, território de fake news e de toda sorte de abusos e atentados às bandeiras de luta da Classe Trabalhadora.

No Brasil, além da luta contra o CORONAVÍRUS, o movimento sindical tem outro grande desafio: lutar pela própria existência e, ao mesmo tempo, atuar em defesa dos trabalhadores, que a cada dia sofrem ataques aos seus direitos e conquistas, perpetrados por um governo fascista e lesa-pátria, que movido por ódio aos sindicatos e a todas as instituições representativas dos movimentos sociais, vem destruindo o Estado Democrático e de Direito e o tecido social e solidário que nos unia como nação, implantando gradativamente uma ditadura sanguinária.

presdientePor isso, ao tempo em que nos congratulamos com os nossos irmãos trabalhadores em todo o mundo, pela comemoração do DIA DO TRABALHADOR, na próxima sexta-feira, Dia 1º de maio, conclamamos a todos para que fortaleçamos a solidariedade entre os trabalhadores do mundo inteiro, porque a luta dos trabalhadores não deve ter fronteiras nem barreiras linguísticas.

Lutamos sob uma única bandeira: a bandeira do trabalho decente e da dignidade!

A FITEM e o SINDIMINA continuam vigilantes e firmes, REAFIRMANDO os compromissos de seguir lutando, cumprindo o papel de guardiões dos direitos dos trabalhadores, entre eles, o direito a um ambiente de trabalho seguro e salutar, porque os verbos que aprendemos a conjugar são RESISTIR e LUTAR!

 

 

Veja o video abaixo:

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial